domingo, 18 de agosto de 2019

Gáudio (2017): 6/10

Produzido no Alentejo interior, este Gáudio não é - nem podia ser - um vinho de fruta vibrante, mas não perdeu os aromas cítricos e bebe-se de uma forma bastante agradável.
O final privilegia as sensações minerais, o que torna menos convencional na escolha da comida, por exemplo. Acidez bem integrada.


Ano da produção: 2018
Data de compra: julho 2019
Local de compra:
Preço de compra: oferta do distribuidor [não encontrei referência online]
Data de consumo: agosto 2019
Produtor: Vinhos Ribafreixo
Localidade: Herdade do Moínho Branco, Vidigueira, Alentejo
Enólogo: Paulo Laureano
Acidez: 5.5º (total)
Quantidade de garrafas consumidas: 1
Pontuação: 6/10
Primeiro copo servido a: 11º
Acompanhou: Bacalhau assado na brasa
Pode acompanhar por exemplo: mariscos cruz (ostras) ou cozidos (percebes)
(209)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Pequenos Rebentos (2019): 6/10

Apenas falta vivacidade para que este Pequenos Rebentos se torne num vinho de excelência. No nariz entra muito bem, mas depois, em boca, as ...